Eu costumo dizer que para algumas pessoas a maternidade é o período em que você se descobre a pessoas mais medrosa do mundo e também a mais poderosa. Durante a gravidez você tem medo do novo, após o nascimentos é o medo de não estar fazendo o certo e ao retornar ao trabalho medo de deixar seu bebê e não ser tão boa quanto deveria.
Muito provavelmente, faltando um mês (ou até mais) para seu retorno a sua mente já estará a mil, sofrendo por antecipação, porém você pode aproveitar dessa ansiedade e preparar-se, então vai soar clichê, mas respira, pare e pense! O que é que você consegue resolver agora, hoje, nesse exato momento?  Sim, eu quero que você responda a essa pergunta: o que é que você consegue resolver hoje, nesse momento em relação ao seu retorno ao trabalho?
Ah Bruna, eu consigo decidir se entrarei uma hora mais tarde ou sairei uma hora mais cedo (farei um literal parênteses aqui para explicar que mães que amamentam têm o direito, até os 6 meses de idade do filho, de uma hora de amamentação que cada empresa cumpre como lhe convém: colaboradora entra uma hora mais tarde, sai uma hora mais cedo, pode receber o filho ambiente de trabalho, a empresa oferece creche interna e mãe vai até lá para amamentar…), se você não sabe como o seu local de trabalho estabelece essa norma informe-se para poder se organizar.
E o que mais você consegue decidir por esses dias? Eu consigo decidir se meu filho irá para a creche/escola/berçário, ficará com cuidadores contratados, ficará com familiares… (essas pessoas têm treinamentos? Se achar importante contrate uma assessora materna para treiná-los em primeiros socorros e cuidados).
Bruna, na verdade o que mais me deixa apreensiva é como vou ofertar meu leite quando não estiver em casa. Bom, o primeiro ponto a decidir é: como você ordenhará o leite? De maneira manual ou com bomba?
Para ganhar tempo e qualidade eu sugiro as bombas: manuais ou elétricas, aquela que você adaptar-se melhor. As elétricas são possíveis serem locadas mensalmente por valores bem acessíveis.
Todo o leite ordenhado deve ser estocado em frascos de vidro com tampas previamente fervidos ou saquinhos próprios conforme imagem abaixo, anote em ambos a data e hora da ordenha. Essa identificação ajudará a controlar o tempo do seu estoque: em geladeira o leite materno deve permanecer por até 12 horas e no freezer por até 15 dias. O aquecimento do leite ordenhado deve ser realizado em banho maria até ficar na temperatura ambiente, NÃO PODE FERVER!sacos-para-armazenamento-de-leite-materno-lansinoh
Então voltamos a pergunta original: o que você pode resolver hoje? Respondendo a essa pergunta você não gasta energia a toa, fica no que consegue resolver sem estressar e otimiza seu tempo. Se a sua resposta for: não consigo resolver nada hoje, então não precisa pensar nisso hoje!
Ficou com alguma dúvida? Quer sugestões ou ajuda? Deixe um comentário, entre em contato comigo e ótimo retorno ao trabalho!

Deixe seu Comentário

comentários