Certamente você já ouviu dos palpiteiros de plantão e pode ser que até você já tenha pensado nisso algumas vezes “não fica com essa criança no colo senão ele vai ficar mal acostumado”, pois bem, é importante lembrar que quando nasce um bebê ele continua a se desenvolver aqui fora, portanto, teoricamente ele ainda não sabe que nasceu!

Extero-gestação

Como o próprio nome diz, é a gestação fora do útero. Consideramos que a gravidez humana acontece no período de 12 meses, sendo 9 dentro do útero e mais 3 meses fora do útero.
Os seres humanos são os únicos mamíferos que “não nascem prontos”, nós precisamos continuar desenvolvendo o nosso sistema nervoso fora do útero, pois caso contrário – se não continuássemos o desenvolvimento fora – teríamos dificuldade de nascer, já que a cabeça do ser humanos é grande em relação ao restante de seu corpo. E como a natureza é muito sábia e como tudo tem um sentido de ser…é por isso que nascemos com as fontanelas abertas (a famosa moleira), para passarmos no canal vaginal e para termos espaço para continuar desenvolvendo nosso cérebro.

Continuando o desenvolvimento

Pois bem, tudo isso explicado para contar que o bebê NÃO fica mal acostumado, que ele NÃO faz birra, que ele NÃO é manhoso! Ele apenas precisa continuar aqui fora muitos dos aspectos que mantinha dentro do útero e que tem um “efeito calmante”. E quais eram esses aspectos: posição fetal, ruídos do coração e intestinos, balanço e sucção.

Como desenvolver os efeitos calmantes

Posição fetal: fazer pacotinhos com toalhas, lençóis, para que ele sinta-se aconchegado. Dentro do útero ele estava apertadinho, aqui fora esse espaço todo o deixa nervoso. Tome cuidados para não apertar demais e não deixar bordas soltas que podem “sufocar o bebê”. Lá no meu canal do YouTube eu ensino como fazer esse Charutinho do Bebê (https://www.youtube.com/watch?v=0pE8aBJUyrc).
O sling para recém-nascido, que eles ficam de ladinho grudados ao corpo da mãe também ajuda e dá liberdade da mãe comer, realizar suas atividades diárias.

Ruídos do Coração e Intestinos: fazer shhh próximo ao ouvido do bebê, colocar som de útero (há diversos aplicativos e no YouTube você também encontra), barulho de secador, aspirador e motor de carro são ótimos representantes do ruído que o bebê ouvia intra-útero. quem nunca ouviu ou viu um bebê dormir rapidamente dentro de um carro?! Ahhh detalhe importante, na primeira vez que você fizer o shhh para o bebê ele demora uns 2 minutos para acalmar, gradativamente esse tempo vai diminuindo!

Balanço: imagina você por 9 meses acompanhando dentro do útero o caminhar da sua mãe, os exercícios físicos, o abaixa e levante…fora do útero eles precisam continuar esse “balancinho”. Seja um balanço no colo de um lado pro outro, pra frente e para trás, tapinhas fracos e ritmados no bumbum, um simples caminhar pela casa. O sling também ajuda nesse balanço enquanto a mãe caminha ou faz suas atividades diárias.

Sucção: dentro do útero as mãos dos bebês estão próximas a boca, então fica fácil sugar os dedos, sugar o dorso da mão, descobrir que pode encostar a mão no rosto e dormir. A sucção não nutritiva é outro aspecto do desenvolvimento dos bebês, por isso muitas vezes ele vai ao seio materno, mas não mama efetivo, ele necessita dessa sucção não nutritiva e calmante, por isso a livre demanda é tão importante (além da nutrição e produção de leite, claro!).

Conclusão

Por tudo isso é que seu bebê necessita de colo SIM, necessita de ira ao seio diversas vezes sem horário restrito SIM, necessita de aconchego e carinho SIM!! Doar-se 100% a outra pessoa nem sempre é fácil, mas é uma fase que passa, porém é muiiito importante também que as mulheres reconheçam seus limites, reconheçam suas forças e não pirem tentando ser mais do que conseguem ser. A sanidade mental de todas é FUNDAMENTAL!!!!!!
Quer saber maia a respeito? Acompanhem a Mãe Coruja no blog, face, insta e nos cursos presenciais e online (http://www.cursomaecoruja.com.br)

Deixe seu Comentário

comentários