https://youtu.be/tX3P0OdCylY

O mito

Em muitos atendimentos que realizo sempre ouço a seguinte dúvida: “como eu sei que tenho leite suficiente se as vezes aperto meu peito após a mamada e não sai leite?!”
Para esclarecer essa questão é importante entender a fisiologia da amamentação e da produção de leite (algo que sempre enfatizo nos cursos).

Fisiologia = como se dá a produção do leite

O leite é produzido nas glândulas mamárias com o auxílio do hormônio prolactina e é levado até o mamilo, através dos ductos de leite, para ser ejetado para a boca do bebê por meio da pega correta e com o auxílio do hormônio ocitocina. Se o bebê não abrir bem a boca para estimular a região areolar a ocitocina não conseguirá ejetar o leite e também não dará o aviso para que a prolactina fabrique cada vez mais leite.
Outro fator importante é o hipotálamo, uma região do cérebro responsável pelas nossas emoções que interfere diretamente nesse processo, facilitando-o ou bloqueando!
É uma reação em cadeia/cascata na qual o principal ator é o bebê e os coadjuvantes são os hormônios e o hipotálamo.

formação do leite materno

Peito é Fábrica e não estoque

Agora que você já sabe como seu leite é produzido consegue perceber que enquanto o seu bebê está sugando, tem leite sendo fabricado. E aí você me pergunta: “mas Bruna, se o peito é uma fábrica por que eu sinto ele encher mesmo quando meu bebê não está mamando? E fica parecendo que tenho um estoque!”.
A resposta é a seguinte: a prolactina tem efeito lento e prolongado, ou seja, mesmo depois que seu bebê parou de mamar ela continua mandando aviso que leite precisa ser fabricado, porém o cérebro não entende se é para ele mandar os estímulos para o seio direito ou esquerdo, então ele manda para os dois, no entanto um foi “esvaziado” pelo bebê enquanto o outro vai enchendo. Por isso, inclusive, que recomendamos oferecer um seio a cada mamada.

Tenho pouco leite

Baseado em todas essas informações acima, reveja a idéia de que você tem pouco leite porque ao término da mamada você aperta o seio e não sai leite. Se você precisa de mais orientações e acompanhamento solicite ajuda de um profissional capacitado em amamentação, exija um especialista, da mesma forma que você não vai ao advogado quando quebra a perna, não procure quem não estudou especificamente para isso!

Deixe seu Comentário

comentários