Convidei a fisioterapeuta pélvica Ana Luiza Reis para falar um pouco sobre a “sensação” do momento, muito explorado no último Congresso Internacional sobre qualidade de parto e assistência as mulheres.

Spinning Babies

É uma abordagem inovadora que favorece a autonomia e o auto-cuidado das gestantes. Associa conhecimento científico e práticas tradicionais usadas por parteiras.
É uma abordagem para otimizar a relação física entre o corpo da mãe e do bebê para facilitar o parto. O Spinning Babies é um novo paradigma que leva pistas da posição do bebê para soluções fisiológicas e naturais.
Pode ser utilizado em qualquer configuração de parto, programa de parto ou plano de controle da dor.
O alinhamento do útero favorece:

  • para que o bebê possa entrar na pélvis como um participante ativo no processo de nascimento.

  • Liberar os ligamentos ou músculos que possam puxar ou torcer, pode aliviar a dor pélvica ou desconforto durante o parto.

 

  • Abrir a pélvis para deixar o bebê descer durante o processo de nascimento.

  • O lado pelo qual o bebê entra na pelve, esquerdo ou direito, interfere no trabalho de parto. Quando o bebê entra na pelve pelo lado esquerdo há maior possibilidade de flexão da cabeça e consequentemente melhor encaixe na pelve.

Conheça seu corpo realizando alongamentos suaves diários que irão preparar sua pelve e abrir caminho para um parto mais fácil. É importante que compartilhemos a sabedoria do nascimento cada vez mais com pais, profissionais da saúde, sociedade geral para não ficar presos a condutas antigas e desatualizadas.

Saiba mais sobre essa abordagem no curso SPINNING BABIES® para casais e gestantes com Ana Luiza Reis, fisioterapeuta e educadora perinatal certificada. Cursos e atendimentos  individuais ou em grupos, para saber mais entre em contato  (11)984264726 ou analuizareisfisio@gmail.com

 

Deixe seu Comentário

comentários